HISTÓRIA


Boipeba é como os naturais da região chamam o distrito de Velha Boipeba, no município de Cairu, Bahia.

Este município é formado pelo arquipélago de Tinharé, que compreende as Ilhas de Cairu (onde está o distrito de Cairu), Tinharé (distritos de Galeão e Gamboa, onde fica o Vilarejo de Morro de São Paulo) e Boipeba (distrito de Velha Boipeba).

Em 1537 foi fundada pelos jesuítas a Aldeia e Residência de Boipeba. Estes jesuítas fundaram residências e colégios. Houve um grande crescimento da aldeia no século XVII em virtude de colonos que fugiam do continente com medo dos ataques dos índios Aimorés.

Em 1610 Boipeba foi elevada à condição de Vila.

Durante o século XVII o cultivo da mandioca estendeu-se pela ilha e teve um importante papel no abastecimento da região, em especial na construção do Forte de Morro de São Paulo e no abastecimento da cidade de Salvador.

Quando cessaram os ataques indígenas, muitos colonos retornaram ao continente. Um conde chamado Conde dos Arcos, alegou então que Boipeba estava decadente e suspendeu sua condição de vila. Um povoado próximo, Jequié, hoje Nilo Peçanha, ficou com o nome de Vila de Nova Boipeba. Por esse motivo Boipeba tem como nome "oficial" Velha Boipeba.

Atualmente, a atividade econômica da ilha é o extrativismo com a pesca, o côco da Bahia, piaçava e alguma agricultura de subsistência.

Boipeba é única. Praias, coqueiros, dunas, trilhas. Um convite à descoberta!